Oficina de artes na Igreja da Candelária

Alunos do EGA participam de Oficina de artes na Igreja da Candelária

Educação e cultura. Esse foi o lema da Oficina Arte-Educação, na qual participaram 37 alunos do Educandário Gonçalves de Araújo (EGA), na manhã do dia 09 de março de 2018, na Igreja da Candelária. O objetivo da Oficina foi apresentar a pintura mural estêncil das paredes da sacristia da Igreja. Atualmente, a pintura mural de uma das paredes da sacristia está sendo restaurada pela Irmandade do Santíssimo Sacramento da Candelária.

A Oficina foi ministrada pela Arquiteta Sonia Santos, assessora de patrimônio da Irmandade, que contou a história da descoberta e apresentou fotos da época da pintura original. Com a utilização de exemplos da vida cotidiana, ela ensinou às crianças a noção do que é patrimônio histórico e cultural.

A Arquiteta explicou aos alunos que a noção de patrimônio vai muito além da concepção de um conjunto de bens materiais (objetos, documentos, prédios) que retratam a história dos povos. Essa noção se estende para os bens imateriais, ou seja, a diversidade de manifestações culturais quotidianas, que dão sentido à vida das pessoas e são transmitidas de uma geração para outra. “A noção de patrimônio está na arquitetura, pintura, dança, canto, música e culinária. O modo artesanal da fabricação do queijo minas, por exemplo, é um patrimônio cultural imaterial brasileiro, protegido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, IPHAN”, ressaltou.

Para a Arquiteta, além de mostrar a raridade da pintura mural aos alunos, a Oficina tem como principal objetivo conscientizar as crianças sobre a importância da preservação do patrimônio, da história e cultura. “A Igreja da Candelária é uma edificação de grande importância histórica, cultural e religiosa, situada no coração da cidade do Rio de Janeiro. Por esse motivo foi ‘tombada’ pelo IPHAN, ou seja, passou a ser protegida por uma legislação específica e recebe especial atenção da Irmandade, sua mantenedora, dos especialistas e pesquisadores para que este belíssimo monumento seja totalmente preservado em suas características originais”, completou a Arquiteta.

A Oficina ainda recebeu como convidada a restauradora Elaine Chagas, da Restqua, empresa contratada para realizar o trabalho de restauração da parede da sacristia. Elaine contou em detalhes como funciona o processo de restauração e apresentou a profissão de restaurador às crianças.

Por meio de atividades lúdicas, os alunos aprenderam técnicas de pintura de estampas com giz de cera, mistura de cores e construção de máscaras geométricas. Para compreender como funciona o estêncil utilizado na composição das estampas das paredes da sacristia da Igreja, bem como nas paredes do teatro no Educandário, eles tiveram a oportunidade de experimentar a técnica na prática, criando seus próprios moldes a partir de dobraduras e recortes em papel ofício.

Para os alunos do EGA, o dia foi especial e de muito aprendizado. Carla Patrícia de Melo, de 11 anos, aluna da 6ª série, não escondeu o entusiasmo com as descobertas realizadas. “O que mais gostei hoje foi aprender sobre a arte e a restaurar coisas. Também aprender sobre a história e a reaproveitar as coisas!”, contou com animação.

Ao final da Oficina cada aluno recebeu como lembrança um molde recortado do ostensório, que simboliza a Irmandade da Candelária e evoca o culto ao Santíssimo Sacramento, sentido sagrado que foi explicado por Irmã Solange no início do passeio. Todos os alunos puderam realizar sua própria reprodução da figura simbólica do ostensório, utilizando a criatividade na aplicação de múltiplas cores e efeitos de imagens replicadas a partir das técnicas aprendidas.